Barueri / SP - sábado, 26 de julho de 2014

Câncer de Estômago

Câncer do Estômago:

 

O câncer do estômago, também conhecido como câncer gástrico, muitas vezes passa despercebido até que o câncer já tenha atingido um estágio avançado.Para muitas  pessoas o câncer de estômago já atingiu o estágio de metástase (disseminação para outros órgãos do corpo)antes de ser descoberto.Por estas razões, o câncer de estômago tem uma menor taxa de sobrevivência se comparado com muitos outros tipos de câncer.No entanto, durante a última década, a incidência (número de novos casos) de câncer de estômago tem diminuído para a maioria dos grupos, e a chance de uma pessoa morrer de câncer de estômago também diminuiu.

 

Fatores de Risco:

  • Os homens são duas vezes mais propensos que as mulheres a ter câncer de estômago durante a sua vida
  • A maioria das pessoas que desenvolvem câncer de estômago têm mais de 65 anos.
  • Indivíduos asiáticos têm uma taxa mais elevada de câncer de estômago
  • O tabagismo aumento o risco de câncer de estômago.
  • A bactéria responsável por úlcera do estômago (Helicobacter Pylori), demonstrou aumento maior de uma pessoa ter câncer no estômago.Esta bactéria pode ser tratada com antibióticos.Esta infecção é atualmente menos comum do que no passado, o que pode explicar também a diminuição no número de câncer do estômago.

Sinais e Sintomas:

  • Dor abdominal
  • Náuseas, vômitos e sangramento digestivo (hematemese)
  • Indigestão ou sensação de plenitude após as refeições pequenas
  • Perda de apetite, perda de peso.

Diagnóstico e Tratamento:

Os  exames para o diagnóstico são: Raios X, Tomografia Computadorizada (TC) e a Endoscopia Digestiva.Na endoscopia, utiliza-se um tubo especial iluminado que é inserido pela boca até o esôfago e , em seguida para o estômago, permitindo que o médico analise o revestimento do estômago e realize biópsias (amostra de tecido de áreas suspeitas).

Para os pacientes que estão em estágio inicial da doença, está indicada a cirurgia para remover a parte afetada do estômago.A quimioterapia (uso de medicamentos para matar as células cancerosas) e a radioterapia(foco de feixes de raios x voltados para as áreas cancerosas) também podem ser usadas para tratar o câncer ou para aliviar os efeitos da metástase.

Os cuidados paliativos para o tratamento da dor e alívio de outros sintomas no final da vida,  muitas vezes são oferecidos às pessoas que  estão em estágio avançado ou metastático do câncer.